.Seja bem-vindo e Consulte Arquivo e Publicações do Blog

Memórias da Covilhã recolhe informação (textos, fotos. vídeos etc.) de diversos Blogs, Sites e Facebook relacionados com a História do Concelho da Covilhã entre os quais  "Covilhã, Cidade Fábrica, Cidade Granja" e "Covilhã subsídios para sua história" a todos os nossos agradecimentos.
Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016

Escola Industrial e Comercial Campos Mello.

 

6137397_nTI6U.jpeg

 

Figuras da  Escola Industrial e Comercial Campos Mello

 Ernesto de Campos Melo e Castro

Formado em engenharia químico-industrial pelo Instituto Superior Técnico de Lisboa em 1921, desenvolveu grande acção pedagógica na Covilhã, tendo sido durante 37 anos director da Escola Industrial e Comercial Campos Melo.

Em 1925 viaja para Espanha, França, Alemanha, Bélgica e Suiça, para aprofundar os seus estudos.

A 1 de Agosto de 1955 torna-se Comendador da Ordem da Instrução Pública.

Dedicado igualmente à música, foi professor no Conservatório desta cidade, violinista em saraus artísticos e compositor da "Trilogia Camoniana".

Data de nascimento:
Local de nascimento: S.Martinho, Covilha, Castelo Branco, Portugal
Falecimento: Died in Lisbon, Lisbon, Portugal

 

Num restaurante da cidade da Covilhã, em 1967, tendo o Dr. Castro Martins acabado de discursar, na presença do Dr. Duarte Simões

Biografia de Rodolfo Passaporte (1993) clique na imagem

"Numa rua castiça de Madrid, na "calle" Cardenal Mendoza, número 3, no bairro de Arguelles, nasceria a 12 de Junho de 1927 Rodolfo Leão Romero Passaporte, filho de pai português, António Pedro Carreta Passaporte, natural de Évora, e de mãe espanhola, Gregória Ascención Calleja Romero, natural de Madrid.
 
 A Guerra Civil em Espanha (1936-1939) marcou profundamente a sua infância e os momentos vividos durante aqueles três anos ficaram-lhe retidos na memória e modelaram-lhe, de certo modo, o seu carácter. "

Os primeiros convívios da APAE Campos Melo - Clique na imagem abaixo

ap1.jpg

ap2.jpg

ap3.jpg

 

ESCOLA SECUNDÁRIA CAMPOS MELLO

A família Campos Mello pensou num estabelecimento para uma escola industrial na Covilhã. Outras cidades e vilas pretenderam o mesmo do Governo, simplesmente, coube À Covilhã a honra de ter sabido convencer os poderes públicos, numa luta porfiada que durou vinte anos.

Ao fim desse tempo, um ilustre covilhanense, José Maria Veiga da Silva Campos Mello, lutou junto do seu antigo condiscípulo o companheiro de viagens, o então Ministro das Obras Públicas, António Augusto de Aguiar, pela fundação da Escola Industrial da Covilhã.

Foi no reinado de D. Luís I que se fundou, então, a Escola Industrial Campos Mello, e a Covilhã pode-se orgulhar de ter a escola industrial mais antiga do país. Tudo se deve ao industrial José Maria Veiga da Silva Campos Mello e à sua persistência que levou o governo, do qual eram ministros Hintze Ribeiro e António Augusto de Aguiar, a aprovar o Decreto-Lei do Diário do Governo de 3 de Janeiro de 1884.

A Escola Industrial Campos Mello foi instalada na rua Fernão Penteado, num edifício muito próximo da Igreja da Nossa Senhora da Conceição, cedido pela Câmara Municipal da Covilhã.

No Decreto-Lei de 14 de Dezembro de 1897, subscrito por António José da Cunha, no qual a Escola Industrial Campos Mello é englobada indistintamente com outras escolas, previam-se as seguintes disciplinas: desenho, matemática, tecelagem, debuxo, Língua Portuguesa e lavores femininos.

O Decreto de Manuel Francisco Vargas, de 14 de Dezembro de 1901, restabelecendo um pouco daquele espírito incluído no Decreto de António Augusto de Aguiar, não traz à Escola Industrial Campos Mello grandes vantagens práticas. Uma disposição semelhante à do decreto anterior impede, do mesmo modo, o provimento das disciplinas que lhe são atribuídas.

Só em 1905 é contratado um novo mestre de tecelagem, recomeçando então o ensino no prático de debuxo, e começa a ser lecionada a disciplina de língua Francesa.

A Escola começa a aumentar o número de alunos e o edifício não se ajusta às suas necessidades, razão por que, em 1912, é transferida para o edifício que a Companhia de Jesus estava a construiu na Covilhã, por os Jesuítas terem sido expropriados do seu edifício e bens quando se implantou a República. O sumptuoso edifício, construído expressamente para um colégio católico, com ótimas salas para aulas e amplos corredores, um vasto salão e grandes pés direitos, ofereceu excelentes instalações para uma escola industrial reservando-se o andar térreo para as oficinas.

No ano de 1918 a escola passou a designar-se Escola Industrial de Lanifícios Campos Mello, mas, em 1921, voltou a mudar de nome, passando a chamar-se Escola Industrial Campos Mello da Covilhã e, no ano de 1948, passou a Escola Industrial e Comercial Campos Mello.

Por motivo de a Escola já ser pequena para a população do concelho da Covilhã, no ano de 1950 começou a ser construído um novo edifício nos mesmos terrenos da escola, que foi inaugurado no ano de 1955.

Em frente ao mesmo edifício, na Avenida 25 de Abril, foi construído um monumento em homenagem ao patrono José Maria Veiga da Silva Campos Mello, que foi inaugurado em 1970. Nesse ano, a Escola Industrial começou a designar-se por Escola Técnica Campos Mello e no ano de 1979, volta a mudar de nome e a chamar-se Escola Secundária Campos Mello.

Nos princípios do ano 2000, iniciou-se a construção de um novo edifício para ser utilizado como Pavilhão Gimnodesportivo, que foi inaugurado em 2003. Perfazendo com os dois anteriores um triângulo.

Desta escola saíram grandes técnicos que deram fama à industria covilhanense tanto no país como no estrangeiro, o que se deve também aos bons professores que, ao longo da sua história, quiseram partilhar o seu saber tal como a sua técnica.

Para recordar os cursos que existiram na Escola, a Presidente da Comissão Executiva, Drª Isabel Maria de Almeida Lopes Fael, com a colaboração dos seus colegas, construiu dentro deste edifício um belíssimo museu com várias secções dos cursos lecionados e que foi inaugurado no ano de 2004.

 

Cronologia dos Diretores e Presidentes

 

Patrono

José Maria Veiga da Silva Campos Mello

 

Diretores

Professor – José da Fonseca Teixeira – 1884-1914

Professor – José Maria Campos Mello – 1914-1916

Professor – Joaquim Porfírio – 1916-1922

Professor – José Farias Bichinho – 1922-1930

Engenheiro – Ernesto de Campos Mello e Castro – 1930-1966

Dr. Duarte de Almeida Cordeiro Simões – 1966-1967

Dr. Augusto Rodrigues Guimarães – 1967-1974

 

Encarregado Interino da Direção

Dr. José de Oliveira Dias – 1974

 

Presidente do Concelho Diretivo

Dr. Rui Delgado – 1974-1976

Dr. Joaquim Ferreira de Almeida – 1976-1977

Dr. João Martins – 1977-1978

Professor Rodolfo Romeno Passaporte – 1979-1980

Drª Maria de Ascensão A. A. Figueiredo Simões – 1980-1986

Professor Ricardo dos Reis Matos – 1986-1992

Dr. António Jesus Gomes Ivo – 1992-1998

 

Comissão Executiva Provisória

Dr. Jorge Augusto Neves Wahon – 1998-1999

Drª Isabel Maria Marques de Almeida Fael – 1999-2009

 

In História da Freguesia de São Pedro da Covilhã, de António Garcia Borges

in http://cidadedacovilha.blogs.sapo.pt/9217.html

publicado por Memórias às 15:11
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 6 de Março de 2017 às 23:25
Alguns do meu tempo!!!!

Comentar post

.Pode ligar e desligar o som

.vídeo sobre a Covilhã

.Covilhã Meo Kanal

Canal nº 290130 – Covilhã Vídeo no MEO Kanal

.Publicações Recentes do Blog

. Galeria dos Presidentes

. Marchas Populares da Covi...

. O Jardim Público da Covil...

. Feira Popular do Sporting...

. A Covilhã Cultural e Desp...

. O 25 de Abril e o 1º de M...

. Os Pastores e a Serra

. Recordamos hoje o 103º an...

. Município da Covilhã

. Entre a serra e o barroca...

. Sobral de São Miguel

. Lembranças do Passado de ...

. Aniversário da Cidade da ...

. 146º - Aniversário da Cid...

. 146º - Aniversário da Cid...

. Aniversário da Cidade da ...

. Bairro dos Penedos Altos

. Postais sobre a Covilhã

. Liceu Municipal da Covilh...

. Escola Industrial e Comer...

. Memórias do Aeródromo Mun...

. O Quartel da Covilhã

. Covilhã - Comemorações da...

. Núcleo da Covilhã da Liga...

. Associação Recreativa Mus...

. O Mítico Estádio José dos...

. Em nome da história da Co...

. A Associação de Socorros ...

. Blog - "Covilhã - Subsídi...

. Blog " Covilhã Cidade Fáb...

. Colégio das Freiras

. Hospital da Covilhã

. As Origens, os Vestigios ...

. Feira de S, Tiago

. Telas sobre a Covilhã de ...

. Bombeiros Voluntários da ...

. Vídeo da UBI Covilhã Anti...

. Igrejas da Cidade da Covi...

. Santa Casa da Misericórdi...

. A Serra da Estrela e a Co...

. Albergue dos Inválidos do...

. Eventos e manifestações a...

. Sporting Clube da Covilhã

. Museu dos Lanifícios da U...

. Covilhã vila medieval com...

. Praça do Município ou Pel...

. Sanatório das Penhas da S...

. Teatro Cine da Covilhã o...

. A Covilhã Industrial

. Amália Rodrigues imortali...

.Arquivo Publicações do Blog

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Maio 2016

.Vídeos Memórias da Covilhã

. Rádio Cova da Beira

.RCC

.links

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30
31